Deputados marcam para esta noite 1ª derrota de Bolsonaro na Câmara: Lei de Acesso à Informação não mudará

BR: O colégio de líderes partidários da Câmara dos Deputados se reuniu nesta terça-feira 19 por convocação do presidente da Casa, Rodrigo Maia, e todos eles, à exceção de um, acertaram que o projeto que torna mais restrita a Lei de Acesso à Informação será rejeitado. A informação é do colunista Tales Farias, de Brasília.

“O decreto será derrubado. Todos os líderes são contra. É inconstitucional”, disse o líder do DEM, Elmar Nascimento (BA) ao jornalista. Apesar de o líder do PSL ter sido o único a se mostrar favorável ao decreto, Nascimento acredita que boa parte da bancada do partido do presidente Jair Bolsonaro irá votar contra. “Quem vai querer se manifestar contra a divulgação de informações públicas?”, perguntou Nascimento. O decreto foi assinado pelo vice-presidente Hamiltom Mourão quando Bolsonaro estava na Suíça e o general era o presidente interino. Bolsonaro demonstrou concordância explícita com a intenção de restringir a Lei de Acesso à Informação. Pelo decreto, um grande leque de executivos públicos passa a ter o direito de classificar informações como ‘secretas’ e, assim, evitar o acesso pública a elas.