Eduardo ’03’ Bolsonaro estava em ‘festa de arromba’; novo presidente do BNDES arrebentou portões de condomínio de luxo para ‘arrastão’ passar; processo, condenação e multa

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) era um dos convidados da festa em que o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Gustavo Montezano, arrombou dois portões do condomínio em que morava, em São Paulo.

Segundo imagens obtidas pelo jornal “Folha de S.Paulo” das câmeras de segurança do edifício, é possível ver no vídeo, Eduardo Bolsonaro sendo um dos últimos convidados a entrar no edifício. Quando a polícia é acionada, o deputado federal ingressa no hall do condomínio para conversar com os PMs. Mas não é possível ouvir o teor das conversas.

As imagens mostram também o momento em que um dos portões é aberto à força, às 3h05 do dia 4 de outubro de 2015. De acordo com o jornal, o material é parte integrante do inquérito policial aberto a pedido do condomínio na época dos fatos.

Montezano queria dar continuidade à sua festa de aniversário, que começou em outro local, no seu apartamento. Ele e mais cerca de 30 convidados. Mas na hora em que chegou ao condomínio, o porteiro e o zelador barraram as pessoas, o que deu início à confusão, segundo revelou a Folha.

O presidente do BNDES foi condenado em primeira e segunda instâncias a pagar indenização ao condomínio, mas o caso foi encerrado após acordo.