Política hoje à noite no Carnaval-SP; Tucuruvi foca movimentos sociais; já Tatuapé canta ‘pátria amada idolatrada’; esquerda X direita

Em São Paulo, duas escolas de samba trazem conteúdo político em seus desfiles, a partir desta noite de sexta, 1, no Anhembi. 

Na Acadêmicos do Tucuruvi, por exemplo, o foco é nos movimentos sociais e em manifestações, como Parada Gay, greve dos professores e o embate eleitoral entre Ele Sim e Ele Não. 

Já a Acadêmicos do Tatuapé segue pela linha do patriotismo e amor ao País: “Sou brasileiro…/Vou defender minha nação/Oh Pátria amada idolatrada não chores em vão/Sou brasileiro…”. O  presidente da Tatuapé, Eduardo dos Santos, nega qualquer intenção política. “Não pode ter militância, não pode ter ideologia. Na escola, temos componentes de direita e de esquerda, o nosso papel social é abrigar todas as pessoas”, disse ele ao Estadão.