Prefeito de Nova York pede que homenagem a Bolsonaro em museu seja suspensa: “Racista e homofóbico”

O prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, disse que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é um ser humano “muito perigoso”. Em entrevista a uma rádio, ele disse que além de ser homofóbico e racista, Bolsonaro é perigoso por colocar em risco a preservação da floresta amazônica.

Ele ainda pediu para que o Museu Americano de História Natural impeça que uma homenagem a Bolsonaro pela Câmara de Comércio Brasil-EUA seja realizada no local, que seria alugado para o evento.

“Ele é perigoso não apenas por causa de seu racismo e homofobia evidentes, mas porque ele é, infelizmente, a pessoa com mais condições de impactar sobre a Amazônia”, disse o prefeito. 00