Queda do 2º Boeing 737 MAX em 5 meses faz Procon mandar Gol suspender voos de 7 aviões do mesmo modelo

O Procon-SP, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, deu a ordem para a companhia aérea Gol “suspender imediatamente” as operações de todos os sete aviões da Boeing modelo 737 MAX 8 que possui em sua frota, “em razão da ocorrência de acidentes de perfil semelhante em curto espaço de tempo”. Apenas a Gol foi notificada porque é a única empresa no Brasil que possui aviões deste modelo e opera com sete deles. Serão afetados voos da empresa com destino aos Estados Unidos, América do Sul e Caribe.

Ontem, um acidente que deixou 157 mortos na Etiópia foi o segundo em 5 meses envolvendo este modelo de avião, que é a versão mais recente do avião comercial mais vendido no mundo. No fim de outubro de 2018, 189 pessoas morreram em um voo da indonésia Lion Air. De acordo com a nota divulgada pelo órgão, o objetivo da ação é prevenir que ocorram futuros acidentes colocando em risco a vida dos usuários do transporte aéreo.