Vídeo: ministro da Educação faz ironia em dia de atos estudantis, erra concordância e abre guarda-chuva contra fake news; Weintraub ficou louco ou só é palhaço?

A entrada de Abraham Weintraub no vídeo. O ministro caminhou enquanto tocava Singing in the rain, do clássico Cantando na Chuva

© Reprodução Twitter @AbrahamWeint A entrada de Abraham Weintraub no vídeo. O ministro caminhou enquanto tocava Singing in the rain, do clássico Cantando na Chuva

O ministro Abraham Weintraub, da Educação, compartilhou um vídeo contra fake news nesta quinta-feira 30, em sua conta pessoal do Twitter. Na peça, Weintraub aparece em frente à câmera rodando um guarda-chuva, sob a trilha sonora de Singing in the rain, tema do clássico filme homônimo do início dos anos 1950, e diz que está “chovendo fake news” no Ministério da Educação.

Hoje também é o dia em que estudantes saem às ruas novamente contra cortes de verbas federais nas universidades.

Weintraub conjugou o verbo haver no plural, o que é errado em gramática, ao dizer que ‘haviam emendas’ para obras no Museu Nacional, que fica no Rio de Janeiro. Antes, quando esteve na Câmara dos Deputados, o ministro já demonstrara sua dificuldade com as regras da língua portuguesa ao dizer que “dois mais dois é quatro” e não ‘são’ quatro, como é o correto.

A peça é direcionada às notícias de cortes de verbas para a revitalização do Museu Nacional. Na quarta-feira 29, reportagens que apontavam o MEC como o responsável pelos cortes foram veiculadas em diferentes veículos de comunicação.

A cena do ministro como humorista não deixa de mostrar a indiferença dele para as manifestações estudantis.

O ministro nega. Explica que os recursos para revitalização eram provenientes de emendas parlamentares, feitas pela bancada federal do Rio de Janeiro, sem relações com o MEC.

Ainda no vídeo, Weintraub alfineta o reitor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Diz que o administrador ainda não apresentou justificativas sobre o incêndio que atingiu o museu em setembro de 2018. Nem um planejamento para a revitalização.

Assista: